GOOGLE TRADUTOR/TRANSLATOR

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

AMOREPOESIA_62 - Lygia Fagundes Telles


Este é o 1º podcast de despedida de 2008.
Na verdade, este é um exercício de interpretação em cima do texto de uma das nossas mais importantes escritoras: Lygia Fagundes Telles.


A música em BG é do CD Box Of Fysh: Sanctuary - Etherfysh.
As vozes dos personagens que você ouve neste podcast são minhas. Incrível o que se consegue fazer com os programas de áudio hoje em dia... Essa foi uma experiência que pretendia já ter feito há algum tempo,... tentar interpretar textos de forma mais teatral e abrir uma perspectiva nova de interpretação para os meus podcasts. 
Embora tenha sido essa uma primeira tentativa, não tive medo de publicar, pois pretendo continuar aprimorando ainda mais a forma e o conteúdo do meu trabalho.
Aproveito para agradecer a todos quantos me têm me ouvido e apoiado, bem como a todos que, de uma forma ou de outra, chegaram às minhas páginas. 
Quero aproveitar também para agradecer publicamente ao Eddie Silva pelo suporte na manutenção deste projeto. 
Obrigado, Eddie. Um abraço fraterno. 


Daniel Amaral www.amorepoesia.org

 
DOWNLOAD
Postar um comentário

FAÇA A SUA DOAÇÃO




AJUDE O AMOR E POESIA PODCAST
A MANTER-SE VIVO...

FAÇA UMA CONTRIBUIÇÃO ATRAVÉS 
DO PAYPAL UTILIZANDO 
O SEU CARTÃO DE CRÉDITO.
O PAYPAL É O MAIOR E MAIS CONFIÁVEL 
E SEGURO SERVIÇO DE PAGAMENTOS 
ON LINE DO MUNDO.


Posição do AMOREPOESIA PODCAST 
 em relação a outros podcasts no iTUNES.

Captura de tela em 03-11-2013


Captura de tela em 05/05/2013


VOCÊ EMPRESÁRIO
APROVEITE AS LEIS DE INCENTIVO
A CULTURA E CONTRIBUA.

A Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei nº 8.313 de 23 de dezembro de 1991), conhecida também por Lei Rouanet, é a lei que institui politicas públicas para a cultura nacional, como o PRONAC - Programa Nacional de Apoio à Cultura.

AMOREPOESIA - A RADIO QUE TOCA EM VOCÊ - Parte1

CHARLES BAUDELAIRE

UM PASSEIO POR VITÓRIA E VILA VELHA

PUBLICIDADE - DANIEL AMARAL

SEREIAS

EM QUE PARTE DO MUNDO ESTÁ VOCÊ?

LÁ VAI UM MENINO















Lá vai um menino
Correndo atrás do vazio.
Lá vai um menino,
Que de tão pequenino

Entre os carros que passam,
Se perde no tempo
De ser apenas menino...

Esse menino,
Que sonha sozinho,
Só pede um pouquinho
Da luz que queria

Ter a estrela pequenina,
Quando a noite vai fria.
Pobre menino.

Invisível aos olhos
Que vão sonolentos,...
Da tristeza ensaiada,
Da vida roubada,
Dos sonhos menino.

Esse menino
Vai pelas calçadas,
Com roupas rasgadas
E a alma em desatino.

Volta menino
A ser pequenino.
Vive.

A vida te dará um sorriso!

E, quando a noite chegar
E com tuas asas sonhar,
Te alcançará o paraíso...
E jamais terás que vagar,
Pois terás, enfim,

Encontrado o caminho.

©Daniel Amaral 04/12/2006
Chico Xavier - Mensagens

NEOWORX