GOOGLE TRADUTOR/TRANSLATOR

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

ALMA GÊMEA



ALMA GÊMEA


Alma gêmea da minh'alma,
Flor de Luz da minha vida,
sublime estrela caída
das belezas da amplidão...


Quando eu errava no mundo,
triste e só no meu caminho,
chegaste devagarinho
e encheste-me o coração.


Vinhas na benção dos deuses,
nas divinas claridades,
tecer-me a felicidade
em sorrisos de esplendor.


És meu tesouro infinito,
juro-te eterna aliança,
porque eu sou tua esperança,
como és todo o meu amor...


Alma gêmea da minha'alma
se eu te perder algum dia
serei a escura agonia
da saudade nos seus véus...


Se um dia me abandonares,
Luz terna dos meus amores,
hei de esperar-te entre as flores
das claridades do céu...

Públio e Lívia
Emmanuel, psicografado por Chico Xavier
Do Livro "Há dois mil anos", FEB, 1939.
http://www.institutoandreluiz.org/alma_gemea_romance.html

Músicas:
Giacomo Puccini - Tosca - E lucevan le stelle - José Carreras; Gymnopedies - Natasha Marsh - Erik Satie; Ken Davis – Hearts of Space - Wiccan & Meditation - Sounds Of Nature; I Solisti Di Zagreb - Sarabande, Giga and Badinerie - Sarabande.


FAÇA A SUA DOAÇÃO




AJUDE O AMOR E POESIA PODCAST
A MANTER-SE VIVO...

FAÇA UMA CONTRIBUIÇÃO ATRAVÉS 
DO PAYPAL UTILIZANDO 
O SEU CARTÃO DE CRÉDITO.
O PAYPAL É O MAIOR E MAIS CONFIÁVEL 
E SEGURO SERVIÇO DE PAGAMENTOS 
ON LINE DO MUNDO.


Posição do AMOREPOESIA PODCAST 
 em relação a outros podcasts no iTUNES.

Captura de tela em 03-11-2013


Captura de tela em 05/05/2013


VOCÊ EMPRESÁRIO
APROVEITE AS LEIS DE INCENTIVO
A CULTURA E CONTRIBUA.

A Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei nº 8.313 de 23 de dezembro de 1991), conhecida também por Lei Rouanet, é a lei que institui politicas públicas para a cultura nacional, como o PRONAC - Programa Nacional de Apoio à Cultura.

AMOREPOESIA - A RADIO QUE TOCA EM VOCÊ - Parte1

CHARLES BAUDELAIRE

UM PASSEIO POR VITÓRIA E VILA VELHA

PUBLICIDADE - DANIEL AMARAL

SEREIAS

EM QUE PARTE DO MUNDO ESTÁ VOCÊ?

LÁ VAI UM MENINO















Lá vai um menino
Correndo atrás do vazio.
Lá vai um menino,
Que de tão pequenino

Entre os carros que passam,
Se perde no tempo
De ser apenas menino...

Esse menino,
Que sonha sozinho,
Só pede um pouquinho
Da luz que queria

Ter a estrela pequenina,
Quando a noite vai fria.
Pobre menino.

Invisível aos olhos
Que vão sonolentos,...
Da tristeza ensaiada,
Da vida roubada,
Dos sonhos menino.

Esse menino
Vai pelas calçadas,
Com roupas rasgadas
E a alma em desatino.

Volta menino
A ser pequenino.
Vive.

A vida te dará um sorriso!

E, quando a noite chegar
E com tuas asas sonhar,
Te alcançará o paraíso...
E jamais terás que vagar,
Pois terás, enfim,

Encontrado o caminho.

©Daniel Amaral 04/12/2006
Chico Xavier - Mensagens

NEOWORX